Combos

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

A iluminação do futuro

As lâmpadas LED vêm conquistando cada vez mais adeptos pela economia e eficiência em comparação às incandescentes. Conheça seus benefícios e saiba onde aplicá-las
ELOÁ CRUZ, ESPECIAL PARA A GAZETA DO POVO


Eficientes, econômicas, ecológicas e duráveis. Ao que tudo indica, as lâmpadas LED (do inglês, Light Emitting Diode ou Diodo Emissor de Luz, em português) são o futuro da iluminação. Elas podem durar anos e economizar até 80% de energia se comparadas às lâmpadas comuns.
O preço da nova tecnologia, no entanto, ainda assusta. O LED chega a ser dez vezes mais caro em relação a uma lâmpada convencional, mas especialistas garantem que o investimento vale a pena. Para o líder de marketing de produtos de iluminação da Philips Brasil, Aldo Landaeta, o principal benefício em comprar uma lâmpada LED está na redução da conta de energia elétrica, aliado a uma menor necessidade de troca e manutenção do produto. “Há modelos disponíveis de LED que consomem 10 watts e fornecem um nível de iluminação equivalente ao das incandescentes de 60 watts e fluorescentes compactas de 15 watts”, explicou Landaeta.
A economia é grande. Se for colocar na ponta do lápis, uma lâmpada de LED de 10 watts, quando usada por quatro horas todos os dias, gera um custo mensal de R$ 0,59 – segundo simulador do site da Copel. Em comparação, uma lâmpada incandescente de 60 watts utilizada no mesmo período produz uma despesa de R$ 3,57. No caso da fluorescente de 15 watts, o custo é menor que a incandescente, mas ainda assim é mais cara que a LED, R$ 0,89 ao mês.
Hoje, o LED não tem limites de uso ou aplicação. De acordo com a arquiteta Pauline Kubiak, a variedade disponível deste tipo de iluminação permite que a tecnologia seja instalada em qualquer lugar. “Tanto para uma iluminação mais forte, em um espaço com um pé direito duplo, quanto para um nicho mais fechado, o LED sempre vai ser mais vantajoso”, explica a profissional. Para a arquiteta, a não incidência de calor do produto trouxe muitos benefícios para projetos de iluminação em adegas, para a iluminação de obras de arte e até em bancadas de restaurantes.
Quanto à aplicação da iluminação colorida, não existem regras. “O uso de luzes coloridas fica interessante tanto em banheiros, para cromoterapia, quanto em salão de festas, ou até mesmo para detalhes no mobiliário”, salienta Pauline. A tecnologia LED permite a utilização de várias cores em uma única iluminação. “Você pode brincar com um ambiente, que pode ter uma luz mais natural ou, em alguns momentos, criar outro visual no espaço ao usar uma nova cor”, sugere.
Leia a íntegra da matéria no site Gazeta do Povo, e veja também as fotos, prós e contras dessa tecnologia, clicando aqui.



sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Painel Led Flexível

Pensou que já tinha visto de tudo? Repense.

O sonho de consumo de designers e consumidores em ter uma fonte de luz uniforme, eficiente, customizável flexível, dupla-face e leve está se tornando realidade. A empresa Design Led abre as portas para uma nova geração de produtos de iluminação ao criar um revolucionário painel led flexível.



Muito leve, fino e formatável, com iluminação uniforme e anti-ofuscante, apresenta baixo consumo e longa vida útil. É flexível e resistente a impactos e a umidade. É capaz de produzir 20.000 lúmens por metro quadrado, sem necessidade de nenhum tipo de dissipação térmica.

A tecnologia consiste de um fino filme plástico com leds incorporados, criando um composto ótico altamente eficiente e com iluminação dupla-face.

O produto abre uma nova gama de possibilidades para arquitetos e designers da industria de iluminação residencial, comercial, moveleira, aeronautica e automotiva.

Para maiores informações, visite a Design LED Products Limited no site www.designledproducts.com .

Não deixe de ver o incrível vídeo que apresenta o produto, clicando aqui.



Desde a primeira evolução dos leds com a adoção da tecnologia COB, ou chips-on-board (veja mais em http://www.cidadeled.com/destaques), os fabricantes buscam por alternativas para melhorar a qualidade de luz produzida pelos produtos com led. Atualmente, as lâmpadas com COB já são competitivas em preço com as lâmpadas power led, e apresentam um resultado luminoso melhor.



Os painéis led também são uma solução muito eficiente e tendem a substituir os atuais plafons para lâmpadas fluorescentes compactas. A principal vantagem dos painéis led é a alta eficiência: produz iluminação uniforme com baixo consumo de energia. Além disso, é muito fino e pode ser encontrado em diversos formatos.



A desvantagem ainda é o preço, cerca de três vezez mais caro que o tradicional plafon com lâmpadas econômicas.


A busca por inovação continua motivando fabricantes. A Philips está em protótipo com uma lâmpada que produz 200 lúmens x watt contra 110 lúmens x watt da lampada fluorescente tubular mais eficiente do mercado. Resumindo: mais luz com a mesma quantidade de energia. A técnica consiste em obter luz branca através da combinação de leds coloridos, ou RGB. Diferentemente de seus últimos lançamentos para os padrões bulbo E27 ou dicróica MR16, esse protótipo deve ser comercializado com terminais de quatro pinos, similar as fluorescentes tubulares.

Outras empresas investem em paineis flexíveis. É o caso da Tazmo Co Ltd, a maior fabricante de painel LCD no Japão, que desenvolveu um painel led com eficiência luminosa de 30 lúmens por watt.



Dada a alta eficiência luminosa, o painel tornou-se objeto de desejo do mercado de iluminação. Para mais informações, veja a matéria de Tetsuo Nozawa, da Nikkei Electronics, na página da Tech on na página http://techon.nikkeibp.co.jp/english/NEWS_EN/20120119/203731/ .


Outra de olho nesse mercado, a LG Chem anunciou o painel led flexível feito de filme plástico. A empresa informou que a fase de desenvolvimento foi completada e que a produção será feita por um processo especial que garantirá real flexibilidade e luminosidade ao filme.



As características de total flexibilidade abrirá um cenário sem precedentes para designers e desenvolvimento de novas aplicações na indústria. A empresa espera iniciar a produção em massa na primeira metade de 2015. Vamos esperar.

Veja a matéria completa escrita por nicole88 na Led Inside, em http://www.ledinside.com/products/2013/7/lg_chem_announces_flexible_oled_panels_making_of_plastic_films_20130702 .






sábado, 18 de janeiro de 2014

Tutorial - Como Instalar Fita Led Colorida RGB

Esse artigo é continuidade do escrito anteriormente, sob título Como Instalar Fita Led.
Você também poderá se interessar por fita led alta tensão.

   Para adquirir um kit personalizado, montado e funcionando, de acordo com a sua necessidade, entre em contato com a equipe de vendas, clicando aqui e peça um orçamento.

Na oportunidade, escrevi sobre a instalação de fitas led unicolores em diversos cenários. Agora, escrevo sobre as fitas led coloridas, com ou sem controle remoto, em diversas situações de utilização.

Segue abaixo uma lista dos tópicos abordados:
  • Instalação de fita led RGB com controle remoto 
  • Controle remoto para fita led RGB
  • Controlador para fita led RGB
  • Fonte para fita led RGB
  • Instalação de fita led RGB com mini dimmer
  • O que é o amplificador para fita led RGB?
  • Instalação de duas fitas led RGB com amplificador
  • Cortar fita led RGB
  • Soldar um conector para fita led RGB
  • Emendar fita led RGB com solda
  • Unir fita led RGB com conector
  • Cabo para fita led RGB
  • Colagem de fita led em painel ou espelho
  • Colagem de fita led em cortineiro ou tabica

Já conhece a fita led profissional, sem fonte, ligada diretamente na rede elétrica? Veja aqui.
Instalação de fita led RGB com controle remoto

Para a instalação você precisará de um rolo de fita led colorida (1), uma fonte de alimentação (2) e um controlador com controle remoto (3).



Primeiro encaixe os conectores do controlador e da fita respeitando a polaridade - conforme o sinal em relevo, destacado abaixo (1). Depois, plugue a fonte de alimentação no controlador (2).



E é só isso. O kit instalado pode ser visto abaixo:




Controle remoto para fita led RGB

Dicas sobre o controle remoto: o modelo mais comum é óptico, e portanto existe um led na face superior (1) do controle remoto que precisa ser apontada para o receptor que existe no controlador - aqueles dois fios que terminam em uma pecinha negra (1). Certifique-se de que esse receptor não fique escondido sobre o gesso ou oculto atrás do painel, sob pena de não funcionar o controle remoto.
Pode parecer obvio, mas muitas vezes a ansiedade leva pessoas a tentarem utilizar o controle remoto sem retirar o lacre que protege a bateria (2). Lembre-se de retirar o lacre.


Controle remoto: parte integrante do controlador RGB


Controlador para fita led RGB

Em geral os controladores possuem somente um cabo para ligação da fita led colorida, diferentemente do modelo abaixo que possui dois cabos (1) - detalhe dos cabos na figura 2. 


Caso seu controlador tenha somente um cabo, e você precise de ligar duas fitas coloridas, uma opção prática é a utilização do cabo Y (figura 3).
Outra opção é emendar a fita - procedimento que será explicado no decorrer desse artigo.
Dica: geralmente os controladores suportam duas fitas coloridas. Entretanto, garanta que a fonte de alimentação seja dimensionada apropriadamente para essa carga adicional.


Fonte para fita led RGB

Como saber se a fonte de alimentação é adequada para a fita led? O primeiro passo é comprar um kit de fita, controlador e fonte com seu fornecedor que sejam compatíveis. Caso você tenha algum conhecimento técnico, poderá usar seus próprios critérios. 
Uma regra prática é que a fonte tenha 3 àmperes para um rolo de fita com 5 metros. Veja abaixo como encontrar essa informação na fonte de alimentação (trecho em destaque).



Instalação de fita led RGB com mini dimmer

Essa é uma boa opção de instalação para quem não gosto de controle remoto. Nesse caso o mini controlador que fica ligado na fita possue pequenos botões que realizam as mesmas funções do controle remoto.

Para essa instalação você precisará de um rolo de fita led colorida (1), uma fonte de alimentação (2), um conector tipo P4 fêmea (3) e um mini dimmer RGB (4).






Aparafuse os fios do mini dimmer RGB no conector P4 fêmea (1) - respeitando a polaridade, conforme o detalhe (2). Depois, encaixe a saída do mini dimmer RGB no conector da fita led (3). Observe a posição correta de encaixe, identificada por pequenos símbolos em relevo, conforme detalhe (4) e (5). 



O resultado final pode ser visto abaixo.



O que é o amplificador para fita led RGB?

O amplificador é um componente que permite a instalação de um número ilimitado de fitas led RGB, em total sincronismo com as cores e efeitos da fita principal (aquela que esta ligada diretamente no controlador ou mini dimmer). 
Além do sincronismo, a segunda vantagem do controlador é que cada rolo de fita será ligado através de sua própria fonte de alimentação. Evita-se assim a necessidade de uma única fonte de alimentação com alta potência, bem como a fiação que seria necessária para alimentar as fitas.


O esquema acima ilustra a sequência de instalação de fita led com amplificador. A seguir explicarei na prática como realizar essa instalação.


Instalação de duas fitas RGB com amplificador

Para essa instalação será necessário um rolo de fita led principal (1), uma fonte de alimentação (2), um controlador com controle remoto (3), um segundo rolo de fita led (4) com a respectiva fonte de alimentação (5), um conector tipo P4 fêmea (6) e um mini amplificador (7).





Primeiro, conecte o controlador, o primeiro rolo de fita led e a fonte principal, conforme explicado no início desse artigo (1).



A seguir, faça a ligação dos fios de alimentação do mini amplificador no conector P4 (2). Cuidado para não inverter a polaridade. Observe que o amplificador possui além dos fios de alimentação, mais dois conectores: um de entrada (3) e um de saída (4) - este fica do mesmo lado dos fios de alimentação.




Conecte o segundo rolo de fita led no conector de saída do mini amplificador (5), observando a correta polaridade (6). Faça o mesmo com o conector de entrada, ligando-o no final do primeiro rolo de fita led.


Observação: o amplificador é sempre ligado no final do rolo de fita anterior para poder sincronizar as cores da fita subsequente.


Cortar fita led RGB

A fita led colorida pode ser cortada de acordo com a necessidade. Para isso, localize na fita os pontos de corte, conforme exemplo (1). Faça o corte com uma tesoura (2). Sempre que possível aplique estanho com um ferro de solda nos quatro terminais, para evitar oxidação.



Soldar um conector para fita led RGB

Para soldar um conector de quatro vias do tipo RGB na fita proceda conforme a sequência da imagem.
Prepare os quatro pontos de solda com estanho (1), a seguir solde os fios respeitando a legenda - sendo R para vermelho, G para verde, B para azul (2). O detalhe do conector aparece na imagem 3.





Emendar uma fita RGB com solda


A emenda deverá ser feita sempre com fitas do mesmo modelo.
Prepare os cortes da fita conforme abaixo (1) e solde os terminais com estanho (2). A seguir, encoste os pontos que serão soldados (3). Solde cada um dos pontos com o ferro de solda (4).


O resultado poderá ser visto na figura acima (5).


Unir fita led RGB com conector

Há um conector específico para unir segmentos de fita led RGB. Vide abaixo a fita colorida (1) e o conector (2).



O conector possui conexão por pressão e não depende do uso de ferro de solda, estanho ou ferramentas - vide detalhe (1).


Abra a tampa do conector (2), encaixe a fita colorida sob os terminais (3) e feche a tampa do conector (4).
O resultado final de um segmento de fita colorida com o conector pode ser visto abaixo:



Cabo para fita led RGB

Na eventual necessidade de extensões ou emendas de segmentos de fita colorida, a melhor opção é a utilização de um cabo de 4 vias, conforme o modelo abaixo:




Colagem de fita led em painel ou espelho

O melhor resultado em uniformidade da iluminação indireta é obtido através do processo abaixo. A fita led é colada na face posterior do painel, de forma que os leds da fita direcionem a iluminação para a parede.
Para isso, o painel deverá contar com um recuo na porção superior, com cerca de 5 cm.



Abaixo, os resultados que podem ser obtidos com essa técnica:


Fita led instalada atrás do espelho



Fita led instalada sobre a cabeceira



Fita led instalada atrás do painel



Colagem de fita led em cortineiro ou tabica


Para colagem no cortineiro, o primeiro passo é limpar a superfície com um pano úmido para evitar a presença de pó. Corte a fita na medida correta antes de iniciar a colagem. Posicione a fita cerca de 3 a 5 cm acima do nível do teto ou gesso, dentro do cortineiro, e com os leds direcionados para a parede ou cortina, conforme ilustrado abaixo.



O uso dessa técnica resulta nos seguintes resultados:


Fita led colorida instalada em cortineiro



Fita led branca instalada em tabica



Fita led colorida instalada em tabica



   Para adquirir um kit personalizado, montado e funcionando, de acordo com a sua necessidade, entre em contato com a equipe de vendas, clicando aqui e peça um orçamento.



Deixe seus comentários e/ou dúvidas, e assim ajude-nos a melhorar esse artigo.


Tutorial - Como Instalar Fita Led

Tenho presenciado muitas instalações de fitas led, com diversos tipos de fita e nos mais variados cenários e necessidades. Os resultados, via de regra, são bons. Mesmo sem experiência é possível se aventurar nessa tarefa, e devo acrescentar, é muito gostoso. Entretanto, com alguns  cuidados e informação, os erros mais comuns podem ser evitados.


   Para adquirir um kit personalizado, montado e funcionando, de acordo com a sua necessidade, entre em contato com a equipe de vendas, clicando aqui e peça um orçamento.

Assim, o objetivo desse artigo é compartilhar experiências de uma forma muito objetiva sobre a instalação de fitas led. Posso ainda dizer que é uma coletânea de dicas e boas práticas, com os seguintes tópicos:

  • Instalação de fita led unicolor
  • Instalação de fita led unicolor com mini dimmer (mini controlador)
  • Cortar fita led sem blindagem 
  • Emendar fita led com ferro de solda
  • Cortar fita led blindada
  • Emendar fita led blindada com ferro de solda
  • Colagem da fita led em painéis ou espelhos
  • Colagem da fita led em cortineiro ou tabica

Já conhece a fita led profissional, sem fonte, ligada diretamente na rede elétrica? Veja aqui.

Instalação de fita led unicolor

Para essa instalação você precisará de uma fita led (1), uma fonte de alimentação 12V (2) e um conector tipo P4 (3). Vide abaixo:




Passos da instalação: faça a ligação do conector P4 nos fios da fita led, respeitando a polaridade (o fio vermelho no terminal (+) e o fio preto no terminal (-). A seguir, encaixe o plug da fonte no conector, conforme abaixo:


Pronto! É simples assim. A instalação concluída pode ser vista na imagem abaixo:


Caso o seu kit seja composto por uma fonte chaveada, o trabalho é quase o mesmo, e o resultado final seria conforme a imagem abaixo:


Observe o detalhe da ligação dos terminais da fonte chaveada acima: os fios da esquerda são para alimentação em 110V ou 220V, e os fios da direita são da fita led - cabe nestes últimos respeitar a polaridade, ou seja, ligar o fio vermelho no parafuso (+) e o fio preto no parafuso (-).


Instalação de fita led unicolor com mini dimmer

Para essa instalação você precisará de um rolo de fita led (1), uma fonte de alimentação (2), um conector tipo P4 fêmea para a fonte de alimentação e um mini-dimmer, conforme abaixo:



O primeiro passo é ligar os fios da entrada do mini dimmer no conector P4 (1) e em seguida ligar a saída do mini-dimmer nos fios da fita led (2). Vide abaixo:

 

Observe nas imagens abaixo que a entrada do mini-dimmer possui a indicação 12V (+) e (-). Este lado deve ser ligado ao conector P4 fêmea. Já a saída do mini dimmer possui a identificação LED (+) e (-). Este lado deve ser ligado na fita led.


Outro detalhe importante: Veja na figura acima, na esquerda, o mini dimmer possui na etiqueta um botão identificado como "COLOR", o que está incorreto pois esse produto é unicolor. A etiqueta da direita está correta, com a identificação "LIGHT". Lamentavelmente estes dois modelos de etiquetas (entre outros) são encontrada no mercado.

Uma vez completada a instalação, a kit ficará conforme a imagem abaixo:


Opcional: quando se deseja uma instalação mais profissional, ou quando a fita led não possuir os fio, a ligação entre a fita led e o mini dimmer poderá ser feita por solda. Para isso siga os passos abaixo:


Retire a proteção isolante original da fita (isolação conhecida como espaguete, passo 1). A seguir, com o ferro de soldar retire os fios originais (2). Depois, solde os fios do mini dimmer (3). Atente-se com a polaridade do mini dimmer, no detalhe (4). 


Cortar fita led sem blindagem

Toda fita led pode ser cortada de acordo com a necessidade. Existem identificações ao longo da fita led indicando os pontos de corte. Encontre o ponto e corte mais próximo da medida que deseja e realize o corte com uma tesoura comum (1). Cada extremidade de cada pedaço de fita cortado deverá conter os terminais de ligação (2). Com um ferro de solda, estanhe todos os terminais de ligação (3), mesmo que não seja necessários soldá-los de imediado. O objetivo é evitar oxidação.



Emendar fita led com ferro de solda

Para emendar através de solda, os pedaços de fita led deverão ser do mesmo tipo. Aproxime as duas extremidades a serem soldadas (1). Deslize a ponta do ferro de solda em um dos terminais de forma que os dois pingos de estanho se unam (2). Repita o processo para os dois terminais (3). 



Cortar fita led blindada

O processo de corte é o mesmo utilizado para a fita sem blindagem. Basta uma tesoura comum para o corte. A partir daí o processo é um pouco mais trabalhoso. Os terminais para solda estão protegido pelo silicone, e um estilete deve ser utilizado para cortar uma fatia de silicine que está sobre os terminais (2). O pedaço removido aparece abaixo (3).



Emendar fita led blindada com ferro de solda

Uma vez expostos, os terminais precisam ser raspados com o estilete pois costumam estar oxidados pelo silicone (1). Após raspagem é possível ver o brilho do cobre (2). Com a ponta do ferro de solda, estanhe os terminais (3). Agora o pedaço de fita está pronto para receber os fios (4).


Para emendar, siga o mesmo processo utilizado para emenda das fitas sem blindagem.


Colagem da fita led em paineis ou espelhos

Antes de colar a fita passe um pano úmido no local para evitar que a cola solte com o tempo.
Meça a fita e corte no tamanho exato.

O painel para instalação da fita led precisa ter um afastamento da parede, que pode variar de 3 a 6 centímetros. A fita deverá ser colada atrás do painel, e com a parte luminosa (leds) apontando diretamente para a parede.



Dessa maneira obtém-se uma iluminação indireta com maior uniformidade. Veja abaixo exemplos reais de resultados obtidos com essa técnica.



Fita led instalada atrás do espelho



Fita led instalada atrás do painel



Fita led instaladas sobre a cabeceira



Fita led instalada sob o rack



Colagem da fita led em cortineiro ou tabica

Antes de colar a fita passe um pano úmido no local para evitar que a cola solte com o tempo.
Meça a fita e corte no tamanho exato.

A fita led deverá ser colada dentro do recuo do cortineiro, 3 a 5 centímetros acima do nível do gesso do teto, e com a parte luminosa (leds) apontando diretamente para a parede ou cortina.


Dessa maneira obtém-se uma iluminação indireta com maior uniformidade. Veja abaixo exemplos reais de resultados obtidos com essa técnica.


Fita led instalada em cortineiro de sala de estar



Fita led instalada em tabica na sala de jantar


Dica: como escolher a fita led e fonte. Veja esse artigo.
Você também poderá se interessar por fitas led alta tensão.

   Para adquirir um kit personalizado, montado e funcionando, de acordo com a sua necessidade, entre em contato com a equipe de vendas, clicando aqui e peça um orçamento.

Participe

Ajude-me a melhorar esse post. Envie mensagens com suas dúvidas, informações e sugestões.